Publicado em

03 – Para o mutum, para o menino

Ouvir Download

Existe moradia em cada árvore – aroeira, araribá, araucária, ingá, garapeira… Onde se aninham os passarinhos eleitos para o pé de cada fruta, pau de alguma flor – a arara, a araçuiava, araraúna, urutau, inhambu e juriti… Vida de pássaro em lugar propício e devido [isso sim; a passaração].

Igualmente, o rio [espaço dos peixes] – no Pacuí, Piranga, Paraná, São Francisco; O-de-janeiro… Vigora a mesma lei, sendo cada poço, ribeiro, corregozinho, rego d’água, ou rio imenso, a sua peixeração – com piaba, piapara, piraíba, piau, jaú, surubim…

Assim com o Homem: estamos onde devemos; lugar que Deus nos matriculou para grande lição. Na Uberaba, na Jacutinga, ou em Irará – em aldeias, arraiais, famílias; lá se dá a pessoação; a vida no convívio que é o certo aplicado. Em cada lugarejo se encontrará uma moça Iara, ou rapaz Ubirajara, mesmo uma velha Jandira qualquer.

Pois o amor sabe o Bem; dado em porções de lugares, os vivenciais.

02 – Para cada árvore, rio e arraial

(Aluizio Elias)
leitura de Paulo Cesar Pinheiro / Vocalise: Áurea Martins

Então, constatei isso: para cada árvore, há um passarinho certo; para cada rio, um dado peixe; e para cada roça, ou arraial, uma gente sua. Tudo no lugar e no tempo concebidos por Deus. No quando e no onde Ele calcula a exatidão de dever ser.

03 – Para o mutum, para o menino
(Luis Barcelos e Aluizio Elias)
cantam Renato Braz e Celso Adolfo

Para a aroeira, a arara
Para a araribá, a araçuiava
Para a araucária, a araraúna
Para a ave, a passaração

Para o Pacuí, a piaba
Para o Piranga, a piapara
Para o Paraná, a piraíba
Para o peixe, a peixeração

Pro urutau deu toco
Pro inhambu, capoeira
Para a juriti, o ingá
e a garapeira

Pro jaú deu poço
Pro piau deu ribeiro
Para o surubim,
o Chico e o De Janeiro

Para Irará, a Iara
Para Uberaba, o Ubirajara
Para Jacutinga, a Jandira
Para o homem, a pessoação

Para a pessoa, a posse
Piapara, Pacuí, arara
Jacutinga, aroeira, Iara
Para a partilha, o coração

Seja o que Deus quiser
E o que Ele quer
Peixe quererá
Dar o rio ao Sertão
E o Sertão dar ao Homem
A Lida

Seja o que Deus quiser
E o que Ele quer
Ave quererá
Dar ao mutum o Amor
E ao Amor, o menino
A Vida

Para a aroeira, a arara
Para o Piranga, a piapara
Para Jacutinga, a Jandira
Para o homem, a pessoação

Para o Pacuí, a piaba
Para Uberaba, o Ubirajara
Jacutinga, aroeira, Iara
Para a partilha, o coração

Seja o que Deus quiser…


PAULO CESAR PINHEIRO – Leitura | RENATO BRAZ – Voz | CELSO ADOLFO – Voz | LUIS BARCELOS – Arranjo / Violão | BEBÊ KRAMER – Acordeon | PEDRO AUNE – Contrabaixo Acústico |EDUARDO NEVES – Flauta | MARCUS THADEU – moringa / ganzá / xequerê


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *