7 Min com Emmanuel: #056 – Dons

Ouvir Download

“Todo dom precioso e toda dádiva perfeita vêm do alto e desce do Pai das luzes, no qual não há mudança nem sombra de variação.”
Tiago 1:17

Dons

Certificando-se o homem de que coisa alguma possui de bom, sem que
Deus lho conceda, a vida na Terra ganhará novos rumos.
Diz a sabedoria, desde a Antiguidade:
– Faze de tua parte e o Senhor te ajudará.
Reconhecendo o elevado teor da exortação, somos compelidos a
reconhecer que, na própria aquisição de títulos profissionais, o homem é o filho
que se esforça, durante alguns anos, para que o Pai lhe confira um certificado
de competência, por intermédio dos professores humanos.
Qual ocorre no patrimônio das realizações materiais, acontece no círculo
das edificações do espírito.
Indiscutivelmente, toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm de Deus.
Entretanto, para recebermos o benefício, faz-se preciso “bater” à porta para que
ela se nos abra, segundo a recomendação evangélica.
Queres o dom de curar? Começa amando os doentes, interessando-te
pela solução de suas necessidades.
Queres o dom de ensinar? Faze-te amigo dos que ministram o
conhecimento em nome do Senhor, por meio das obras e das palavras
edificantes.
Esperas o dom da virtude? Disciplina-te.
Pretendes falar com acerto? Aprende a calar no momento oportuno.
Desejas acesso aos círculos sagrados do Cristo? Aproxima-te d’Ele, não
só pela conversação elevada, mas também por atitudes de sacrifício, como
foram as de sua vida.
As qualidades excelentes são dons que procedem de Deus; entretanto,
cada qual tem a porta respectiva e pede uma chave diferente.

(Caminho, verdade e vida. Ed. FEB. Cap. 52)

***

Comentário de Haroldo Dutra Dias sobre o capítulo

No episódio 52, o Benfeitor nos asseverou: “Para que alguém ajuíze com acerto, com respeito a determinada experiência, precisa enumerar quantos anos gastou dentro dela, vivendo-lhe as características” (Pão Nosso, Cap. 22). Alertava-nos para a necessidade de perseverar com alguém ou com alguma causa que nos ajude e edifique, de modo a cumprir o alvitre do Cristo: “Batei e será aberto para vós” (Mt 7:7).

Nesse sentido, ganha relevo a frase “As qualidades excelentes são dons que procedem de Deus; entretanto, cada qual tem a porta respectiva e pede uma chave diferente”.

A Bondade Celeste sempre atende aos nossos pedidos, concedendo-nos as justas oportunidades, que por sua vez reclamam o esforço de bater à porta, trazendo nas mãos a respectiva chave, que representa nossa edificação espiritual individual, pessoal e intransferível – o mérito.

Nenhum de nós ignora que coisa alguma possui de bom sem que Deus nos conceda, mas essas qualidades excelentes, provenientes da Infinita Misericórdia, representam portas de acesso a profundas e intensas experiências, cada qual reclamando uma chave específica, moldada à custa de muito esforço e dedicação, disciplina e empenho.

Emmanuel nos afirma: “Não apenas os dons da inteligência, mas também o corpo físico, as vantagens diversas, os patrimônios afetivos e até mesmo as dores que te povoam as horas são recursos de que te aproprias na Terra, com permissão do Senhor, para investi-los na construção da própria felicidade” (Livro da Esperança, Cap. 41).

“A Criação pode ser comparada à imensa propriedade do Criador que a usufrui com todas as criaturas, em condomínio perfeito, no qual as responsabilidades crescem com a extensão dos conhecimentos e dos bens obtidos. Não te digas, dessa forma, sem a obrigação de pensar, estudar, influenciar, programar, agir e fazer (…) as leis de Deus estão invariavelmente prontas a efetuarem o máximo em nosso favor; entretanto, nada conseguirão realizar por nós, se não dermos de nós pelo menos o mínimo” (Livro da Esperança, Cap. 82).

“Passa o rio dos dons divinos em todos os continentes da vida, contudo, cada ser lhe recolhe as águas, segundo o recipiente de que se faz portador. Não olvides que os talentos de Deus são iguais para todos, competindo a nós outros a solução do problema alusivo à capacidade de recebê-los. (…) Lembra-te de que o Senhor nos concede tudo aquilo de que necessitamos para comungar-lhe a glória divina, entretanto, não te esqueças de que as dádivas do Criador se fixam, nos seres da Criação, conforme a capacidade de cada um.” (Palavras de Vida Eterna, Cap. 7)

Produção:  SER

Edição:  Júlio Corradi

Voz e Comentários:  Haroldo Dutra Dias

Livro:  Caminho, Verdade e Vida, Cap. 52

Versículo:  Tiago, capítulo 1, versículo 17

Comentários