7 Min com Emmanuel: #061 – Falsos discursos

Ouvir Download

Tornai-vos praticantes da Palavra e não simples ouvintes, enganando-vos avós mesmos!

Tiago 1:22

Falsos discursos

Nunca é demasiado comentar a importância e o caráter sagrado da palavra.

O próprio Evangelho assevera que no princípio era o Verbo, e quem examine atentamente a posição atual do mundo reconhecerá que todas as situações difíceis se originam do poder verbalista mal aplicado.

Falsos discursos enganaram indivíduos, famílias e nações. Acreditaram alguns em promessas vãs, outros em teorias falaciosas, outros, ainda, em perspectivas de liberdade sem obrigações. E raças, agrupamentos e criaturas, identificando a ilusão, atritam-se, mutuamente, procurando a paternidade das culpas.

Muito sangue e muita lágrima tem custado a criação do verbo humano. Impossível, por agora, computar esse preço doloroso ou determinar quanto tempo se fará necessário ao resgate preciso.

No turbilhão de lutas, todavia, o amigo do Cristo pode valer-se do tesouro

evangélico, em proveito de sua esfera individual.

Cumprir a palavra do Mestre em nós é o programa divino. Sem a execução desse plano de salvação, os demais serviços sob nossa responsabilidade constituirão sublimada teologia, raciocínios brilhantes, magnífica literatura, muita admiração e respeito do campo inferior do mundo, mas nunca a realização necessária.

Eis o motivo pelo qual é sempre perigoso estacionar, no caminho, a ouvir quem foge à realidade de nossos deveres.

***

Comentário de Haroldo Dutra Dias:

 

Comentando o mesmo versículo do episódio anterior, Emmanuel enaltece os poderes do verbo, como instrumento de expressão do pensamento, todavia salienta a necessidade de purificá-lo nas fontes vivas do amor, que vertem do coração, compreendendo que a luz do Evangelho redivivo nos convida sempre a entender e auxiliar.

Por esta razão afirma: “Jesus permanece em imagens, cartazes, bandeiras, medalhas, adornos, cânticos, poemas, narrativas, discursos, sermões, estudos e contendas, mas isso é muito pouco se lhe não possuímos o ensinamento vivo, na consciência e no coração” (Fonte Viva, Cap. 170).

O conhecimento do Evangelho é sol na alma. Sua luz se dirige à atmosfera interior da criatura, renovando seus valores mais íntimos e impulsionando a mentalidade do mundo para uma esfera superior.

“Compreendendo a responsabilidade de que somos investidos, esposando a Boa Nova por ninho de nossos sentimentos e pensamentos, busquemos exteriorizar a flama renovadora que nos clareia por dentro, a fim de que a fé não seja uma palavra inoperante em nossas manifestações” (Abrigo, Cap. 7).

Nosso programa divino, prioritário e urgente, é cumprir a palavra do Mestre em nós mesmos, antes de ingressarmos nos demais serviços sob nossa responsabilidade.

A advertência do Benfeitor nos faz lembrar que enquanto alimentamos o mal em nossos pensamentos, palavras e ações, estamos sob os choques de retorno de nossas próprias criações, dentro da vida.

Produção: SER

Projeto: 7 Minutos com Emmanuel – cap 061

Gravação e Comentário: Haroldo D. Dias

Música: Alma das Andorinhas – João Cabete

Interprete: João Paulo Lanini – Violão

Edição: Júlio Corradi

Design: Júlio Corradi

Foto: Thiago Franklim

Comentários